Blog

Como cuidar da saúde mental em meio a pandemia.

Como cuidar da saúde mental em meio a pandemia.

Cada pessoa lida de certa forma quando colocada em uma situação desconfortável logo, cada um responde ao COVID-19 de maneiras diferentes, levando em conta a sua vida e os problemas de saúde que cada um tem.

MI Diagnósticos | 14572411 fe84 411d ba22 8b20c81b1a37
O aumento dos sintomas psicológicos e dos transtornos mentais durante a pandemia aumentaram muito, e podem ser característicos do contato direto com o vírus da COVID-19, das experiências marcantes de amigos ou familiares, a readaptação da nova rotina, tanto no trabalho, como nas escolas e com a família, distanciamento social, dificuldade ao acesso a tratamento e a morte de pessoas próximas.

Em muitos casos ocorre de a pessoa passar por diversas situações dessas ao mesmo tempo e complicar ainda mais os transtornos que já existem.
Com a alteração de padrões do comportamento da sociedade, houveram fechamento de escolas, bares, baladas e quaisquer locais que aglomeravam pessoas, exatamente para diminuir e até mesmo cortar o contato entre as pessoas, levando a muitos casos a danificação da saúde mental da população.

A convivência diária dentro de casa também pode ter causado diversos problemas familiares, tendo em base a redução de renda e o desemprego, que apavoram e preocupam ainda mais. A nova forma de despedida ao luto, o grande número de mortes diárias, em curto período de tempo, incluindo não tem um espaço adequado para absorção da perda, aumentam o estresse das famílias.

Problemas de saúde mental são comuns nessas situações e para auxiliar a diminuir ou amenizar o estresse promovendo o bem-estar pessoal siga algumas dicas:
– Pare, respire e libere seus pensamentos;
– Converse com as pessoas;
– Mantenha uma rotina saudável;
– Seja gentil com você e com o próximo;
– Cuide da sua saúde mental;
– Peça ajuda se precisar.

Tente focar em aumentar a sua qualidade de vida e o bem-estar neste período de complicações, portanto:
– Planeje uma rotina mesmo que de casa, mantenha a mesma rotina ou outra na qual você se adapte bem;
– Pratique atividades físicas, faça pausas e se movimente sempre que possível;
– Mude o seu foco de assuntos que geralmente te trazem ansiedade;
– Faça atividades relaxantes, como meditar, ouvir música, assistir a filmes, leia livros;
– Mantenha contato através de mensagens ou ligações com a sua família;
– Aceite o momento que estamos vivendo, mas lembre-se de que vai passar;

Se estiver em sofrimento intenso, busque ajuda profissional de psicólogos e psiquiatras: há profissionais e serviços disponíveis mesmo à distância.
Algumas reações são comuns quando a sua saúde mental foi atingida, por exemplo:
– Medo de ficar doente ou morrer;
– Receio de procurar um médico e se contaminar;
– Alterações do sono, rotinas diárias;
– Sentimentos de solidão, tédio, depressão, raiva ou frustração por conta do isolamento e a perda da liberdade pessoal;
– Medo de perder a fonte de renda, por não poder trabalhar, ou ser demitido;
– Medo, ansiedade ou outras reações de estresse ligadas a notícias e ao grande volume de informações circulando.

Portanto, lembre-se que a população está passando pela mesma situação, que estamos enfrentando algo que irá passar e tire disso uma aprendizagem.
Caso apareça sintomas ou situações nas quais você não consiga lidar, procure um médico especialista online.

Fonte: http://bvsms.saude.gov.br/ultimas-noticias/3427-saude-mental-e-a-pandemia-de-covid-19